CÉLULAS β – PANCREÁTICAS.

10 mar

 

Após ter uma maravilhosa aula de bioquímica II, descobri o verdadeiro mecanismo de ação para regulação do metabolismo acometidos nas células do pâncreas, posso classificar como um processo de extrema importância para manutenção e liberação do hormônio protéico conhecido como insulina.

O processo de ativação das células ocorre quando a glicose entra por difusão facilitada na célula pelo GLUT2 (Glicose Transporter células do pâncreas), após a sua entrada na célula a glicose é hidrolisada formando piruvato e posteriormente ATP (Adenosina Trifosfato) a presença e aumento de ATP promove o fechamento dos canais de potássio, o acúmulo de potássio intracelular após o fechamento de seu canal promove despolarização da célula abrindo então os canais de cálcio, com a entrada de cálcio e concentração resulta-se então na liberação das vesículas contendo insulina, as vesículas saem da célula por exocitose na corrente sanguínea e assim a insulina faz a sua função. A insulina vai até a membrana da célula onde a glicose está presente e deseja entrar mais necessita que a insulina se ligue no receptor de insulina para que o GLUT4(glicose Transporter células de tecidos e músculos) presente no citoplasma se ligue também para que a glicose possa ser destinadas para tal finalidade.

A insulina tem a capacidade de notificar a presença de glicose além de possibilitar a abertura da membrana para absorção de açúcar, mantendo assim a glicemia e todos os processos metabólicos que necessitam de glicose para ser quimicamente realizado.

A partir dessa introdução posso explicar a diferença entre os dois tipos de Diabetes o tipo I e o tipo II, o tipo I é considero insulina dependente geralmente apresentados em crianças, pois este não produz insulina para que a glicose seja absorvida pelas células por isso deve fazer o uso de insulina exógena para manutenção da glicemia, o diabetes do tipo II o individuo produz sim insulina, mais no momento de ação a célula não permite a ação da insulina para a abertura dos canais de absorção sendo assim considerado então resistência a insulina, este individuo na maioria das vezes sente muita fome mesmo depois de ter acabado de se alimentar, ou seja a glicose se acumula no sangue causando grandes problemas como perda da sensibilidade nas extremidades, cegueira, cansaço, muita sede entre outros sintomas decorrentes da informação de que a célula está sempre necessitando de glicose para funções vitais mais não consegue ser absorvida devido a problemas causados na membrana plasmática mais precisamente nas subunidades    de transdução de sinal dos receptores de insulina.

A diabetes tipo II é causada pela obesidade e fatores hereditários, pois isso devemos cuidar realmente da nossa alimentação e procurar ao máximo informações necessárias em suspeita de qualquer sintomas citados a cima, procure um profissional da saúde e reveja os seus hábitos.

                                                    By: William Souza. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s